março 09, 2007

Migas Doces



Vi esta receita há anos, numa Teleculinária e, de então para cá, quando não há sobremesa e alguém está a morrer por um doce, faço-a para satisfazer desejos!

A receita dizia que as migas doces são alentejanas, mas acho que também as fazem em Trás-os-Montes, e tenho para mim que devem ser as parentes "pobres" das ricas sopas douradas dos casamentos de outrora, preparadas com fofas fatias de pão de ló!

Não sei onde pára a tal Teleculinária, e há muito que as faço a olho, sem erro.

precisamos de açucar
pão branco de véspera
água
gemas

Começo por colocar o açucar num tachinho e cobri-lo com água (cerca de 1 cm acima da quantidade de açucar). levo ao lume e deixo ferver alguns minutos. O objectivo é atingir o ponto de pérola. Feito isto junto o pão, cortado em pedacinhos e deixo ferver lentamente, até ficar desfeito. Nessa altura misturo as gemas ligeiramente, com um garfo, junto um pouco do preparado quente, misturo, e devolvo tudo ao tachinho, mexendo sempre, em lume brando, para não deixar talhar as gemas. Verto em tacinhas e polvilho com canela.

Não indico quantidades, porque preparo sempre o doce com base na quantidade de pão que vou utilizar, que pode ser variável. Para duas carcaças vulgares costumo utilizar cerca de 200g de açucar e 4 a 6 gemas de ovos.

5 comentários:

fezoca disse...

Paula, amei incondicionalmente essa galinha! :-) beijos,

Paula disse...

:)

Agdah disse...

Como é ponto de pérola?

Paula disse...

Agdah, o ponto de pérola atinge-se aos 108º; a calda cai em fio e forma uma pequena pérola na ponta... Espero ter ajudado :)
De qualquer forma, para fazer este doce, não há necessidade de se ser muito rigoroso com o ponto do açucar.

Eliana Scaramal disse...

Essa galinha é um luxo! E esse docinho um pecado!