junho 24, 2006

Talassas



Quando as minhas filhas eram pequeninas, tinha um aparelho eléctrico para as fazer em forma de corações. Para além de adorarem comê-las, achavam graça à forma com que ficavam. Depois aquele aparelho rendeu a alma e acabaram-se os corações...

Para miúdos e graúdos gulosos, ao pequeno almoço ou ao lanche:

Peneirar 250 grs de farinha, com uma colher de sobremesa de fermento em pó, 25 grs de açucar e uma pitada de sal, para dentro de uma tigela grande. Abrir uma cova e juntar 3 ovos ligeiramente batidos. Misturar, do centro para o bordo, incorporando lentamente a farinha.
Este procedimento evita a formação de grumos.
Ir adicionando 4 dl de leite, aos poucos, até obter massa fluida e lisa. Juntar 75grs de manteiga derretida, fria.
Deixar repousar a massa no frigorífico durante 1 a 2 horas.

Passado esse tempo, aquecer o aparelho eléctrico,pincelar com manteiga derretida e verter um pouco de massa em cada alvéolo, de forma a cobri-lo. Deixar inchar ligeiramente a massa antes de fechar o aparelho. Fechar, e ir controlando a cozedura a olho. Quando estiverem douradas, estão prontas.

A minha mãe, que me ensinou a fazê-las, tem um acessório que se coloca em cima da chama do fogão, e com o qual, nas primeiras vezes que o utilizei, fiz sujeiradas medonhas! Ela ia-se embora para não ver o estado do seu rico fogão e eu prometia e limpava tudo no final... Mas com a evolução da tecnologia acabaram-se esses problemas!

Podem servir-se ao natural, polvilhadas com açucar em pó ou cobertas com doce ou chocolate e... adeus linha!

7 comentários:

Joana disse...

Com doce são uma delícia! Miami!!! Beijinhos!

red angel disse...

quero la saber da linha he he ja tou com agua na boca

Mónica disse...

hummm... eu chamo Waffles. Tenho de tirar o pó da máquina e fazer umas waffles com doce de ovos e chocolate

;-)

Marie disse...

Que engraçado...não conhecia o termo talassas.Sempre a aprender!Mais um arraso na dieta:P!

Paula disse...

Talassas, gaufres, waffles... chamamos-lhes os nomes que quisermos, divertimo-nos a fazê-las e a comê-las, não é? ;)

Teresa Salgueiro disse...

Que rico pequeno-almoço! ;)

Elvira disse...

Tanto que eu gosto disto! Sobretudo daquelas que vendem na rua, em Bruxelas.