junho 16, 2006

Churros



Do que eu gosto mesmo é de farturas, mas o meu saco de pasteleiro só me permite fazer churros. Mesmo assim fizeram a nossa felicidade.

O ideal é ter uma máquina própria para os fazer, que até nem é cara e também serve para outras utilizações "pasteleiras". A minha mãe tem uma que não usa; da próxima vez que a for visitar acho que lha vou pedir...

Há receitas com muitas versões, com manteiga ou margarina, com ovos...
Mas as farturas e churros são um doce de feira e, genuínas, só levam farinha, água e sal.

Fazem-se assim:

Enche-se uma tigela bem cheia de farinha e deita-se no recipiente onde se vai preparar a massa;
Enche-se a mesma tigela de água e leva-se a ferver, com uma pitada de sal.

Quando a água atingir o ponto de ebulição, verte-se por cima da farinha, mexendo energicamente com a colher de pau. A massa deve ficar homogénea e sem grumos.

Enche-se o saco de pasteleiro ou a máquina própria com a massa e formam-se os churros para dentro da frigideira, com o óleo já quente. Pode fazer-se uma espiral que se corta depois de frita ou ir cortando os churros à medida que se vão formando. Eu prefiro a 1ª versão.

O óleo tem que permitir que os churros cozam por dentro sem se queimarem, por isso têm que ir vigiando a temperatura.

Saídos da frigideira envolvem-se em açucar misturado com canela.

Nota: não tenham a tentação de juntar mais água à massa por parecer muito consistente, senão ao fritar vão-se desmanchar. Nesse caso mais vale juntar um ovo à massa e incorporá-lo bem.

7 comentários:

Joana disse...

Nunca mais chega o Santiago para comê-los recheados!***

Paula disse...

Pois é, a Feira de Santiago da Covilhã, tão gira!
Vamos empanturrar-nos as duas...

kuka disse...

São os malacuecos(como lhes chama o vendedor de farturas aqui nos mercados.

Paula disse...

malacuecos... estou sempre a aprender contigo, Kuka!
Ainda estou para saber a que chamas tu cherovias!!

Mónica disse...

pensava que era mais dificil fazer churros

que lindos que ficaram, que maravilha!

1 beijito Paula

o avental disse...

Falta o chocolate. Nuestros hermanos comem os churros, molhando-os publicamente nas chávenas de chocolate, sem vergonha nenhuma. São muito trabalhosos, e já me sucedeu que um churro se dividisse em mil :) Não juntei água, pus foi água a mais. Há muito que não os faço.

Eliana Scaramal disse...

Gostei do seu churros, eu também faço aqui em casa, pois meu filhote ama esse doce, mas uso manteiga na massa.
Abraços!