maio 18, 2006

Cherovias

Pois é, áqueles legumes brancos, em forma de cenoura, chama-se na Beira Baixa cherovias...
O Chalabi Red acertou, e agora já as conhece... de vista.
O Kuka, como cozinheiro que é, também acertou, porque o nome delas é mesmo pastinaga. Mas já sabem: cada terra com seu uso, e os beirões arranjaram-lhe uma alcunha...
A Elvira também as identificou, pois os franceses chamam-lhe "panais".

As cherovias são desconhecidas porque são um bocadinho mal-amadas, na minha opinião, sem razões para isso.

Com elas e com as beringelas, faz-se na Beira Baixa uma espécie de tempura gigante.

Porque quem ensinou os japoneses a fazer fritos foram os jesuítas portugueses. Era um método de cozedura desconhecido para eles até então.
A palavra tempura deriva da palavra portuguesa Têmpora, quer dizer da época das Têmporas (por alturas da Páscoa), designação que para nós caiu em desuso. Contudo continuamos a chamar aos primeiros frutos da estação "frutos temporãos"...
Se repararem, na tempura entram apenas vegetais e peixes ou mariscos, nunca carne. Isto deriva do facto de na Páscoa os jesuítas fazerem abstinência de carne, costume que ainda se mantém em muitas regiões do interior do país.

Tudo isto para explicar que as cherovias se descascam, cozem-se às fatias (cortadas no sentido do comprimento) em água e sal, passam-se por um polme, como o que se faz para os peixinhos-da-horta, e fritam-se em azeite.

O mesmo fazem os beirões com as beringelas, cortadas às rodelas, salpicadas com sal, sem as cozer previamente.

As cherovias devem ser sempre muito frescas e tenras, caso contrário o gosto delas altera-se, amolecem e ficam francamente desagradáveis, e as beringelas maduras, de pele bem esticada e firmes, sem sementes formadas; se forem demasiado grandes tornam-se esponjosas.

O gosto delas: um pouco como a cenoura, mas mais acentuado, também são adocicadas como as cenouras, e eu diria que há ali também qualquer coisa que nos faz lembrar o nabo... Enfim, só provando!

Quando tenho muitas saudades delas, escolho cenouras grandes e tenras e preparo-as da mesma maneira, coisa que também podem fazer.

Obrigado a todos os que participaram na brincadeira :)

Como Maria de Lurdes Modesto apetece-me dizer :

Será que depois disto não mereço que um agricultor beirão cultive e faça chegar a todo o país as cherovias da minha paixão?

13 comentários:

Elvira disse...

É verdade que já as vi na Beira Baixa, assim como as beingelas. Mas confesso que nunca comi cherovias. Uma coisa para descobrir.

chalabi red disse...

Quando voltar à Covilhã , vou procurar as cherovias no mercado .

Paula disse...

É o melhor sítio para as encontrar.

kuka disse...

Aqui na minha terra cherovias é outra coisa que a vocês nem lhes passa pela cabeça.Não vou dizer o que é porque é uma ideia para um post.

Paula disse...

Kuka... estou curiosa!!

zu disse...

Na zona do Fundão encontram-se as cherovias, que como entrada são muito agradaveis.
Em Espanha usam-nas para fazer caldo e em Inglaterra dizem que é melhor que "viagra" quando cidas cruas.
De qualquer forma não devem deixar de as provar.

Paula disse...

Não lhes conhecia as virtudes afrodisíacas!...

Anónimo disse...

As melhores são realmente as do Fundão.
Já as encontrei em Espanha Barcelona, onde aproveitam o caldo da cozedura para fazer sopa.
Tambem ja as vi em Inglaterra que são usadas com fins medicinais.
Mas boas boas são as do Fundão

susana disse...

Ola
A minha avó tem 94 anos e é da covilha e adora as cherovias, mas ca em lisboa nao consigo encontrar, gostava de saber onde posso encontrar ca em lisboa se souberem.
Agradecia imenso pois ela adora isso e como tem 94 anos é dificil de explicar que nao há em lisboa.
obrigado.

su_palma@hotmail.com

Anónimo disse...

Olá,gostava de saber em Paredes,onde encontro cherovias?
Nunca comi,dizem que é bom.Obrigada

Paula disse...

Caro anónimo, gostava muito de poder ajudar, mas durante toda a minha vida só vi cherovias aqui na Beira Baixa... E sabe, acaba de haver o Festival anual da cherovia na Covilhã! Se não as encontrar antes, para o ano, em Outubro, venha ao Festival, visite a Cidade Neve e regale-se com as cherovias ;)

josé Abreu disse...

Excelente

Paula disse...

Jose, ate eu me surpreendo com alguns posts mais antigos do rapotacho, como este.... hoje em dia nao lhe posso dedicar a mesma atençao :)