novembro 16, 2006

A pedido da Vandinha...

Aqui vão as receitas do creme de pasteleiro e do creme de manteiga.
Com os doces não há "olhómetro", é tudo devidamente pesado e medido!

O creme de pasteleiro :
Ferver 1/2 litro de de leite com uma vagem de baunilha ou com uma casca de limão, segundo as vossas preferências. Reservar.

Bater bem 4 ovos inteiros com 150 g de açucar, juntar 2 colheres de sopa de farinha e duas colheres de sopa de manteiga amolecida.

Quando tudo estiver bem batido e homogéneo, dissolver com o leite previamente fervido com o aroma escolhido e levar a mistura ao lume, num tachinho. Deixar engrossar o creme, em lume brando, mexendo sempre. Este creme não talha ao lume, se a temperatura for devidamente controlada, por isso deixem-no cozer devidamente.


O Creme de manteiga:
1ª fase - colocar uma tigela com 1 ovo inteiro e uma gema sobre um recipiente com água a ferver. Juntar 75 g de açucar e bater até a mistura ficar cremosa e leve e não se sentir o açucar (muito importante!)
Retirar a tigela do banho-maria e deixar arrefecer. Eventualmente colocá-la num recipiente com água fria ou mesmo gelo (agora, com o tempo frio, não é preciso).

2ª fase - bater 250 g de manteiga sem sal até ficar em creme, e juntar 40 g de açucar em pó. Bater bem, até a mistura se mostrar fofa. Adicionar cuidadosamente a mistura de ovos, aos poucos. Envolver bem, de modo a que o creme fique bem liso.

Este creme pode ser aromatizado com café, chocolate, ou licor... para o colorir basta juntar algumas gotas de corante alimentar.

Nota: Esta é a receita, na íntegra, do creme de manteiga.
Dado não ser aconselhável usar preparações com ovos crus, e apesar dos ovos utilizados aqui em casa serem recolhidos diariamente na capoeira, por se tratar de crianças não arrisquei... O creme que aparece nas fotos foi preparado como se explica na 2ª fase, não fiz a mistura de ovos. Aumentei apenas ligeiramente a quantidade de açucar em pó.

7 comentários:

Anónimo disse...

Olá Paula, não me lembro se comentei as "quatro carruagens" mas achei a ideia genial e o resultado final lindíssimo. Já copiei a receita e também agora dos recheios. Voltei a fazer a carne estufada com sucesso mas os pasteis devem esperar o final da dieta (que teima em chegar) porque deve se evitar hidratos de carbono.
Gosto muito do seu blog, é raro o dia que não o visito. Obrigada pela disponibilidade
Beijinhos
Barbara

Anónimo disse...

olá novamente, gostaria de saber se a paula sabe uma receita e a técnica de fazer massafolhada caseira. Receitas eu tenho muitas e descroção da técnica também mas fiz no fim de semana passado e a massa não ficou folhada (mas de sabor optimo). Portanto queria era mesmo saber da sua experiencia pessoal.
Obrigada e beijinhos
Barbara

Elvira disse...

É sempre bom relembrar estas coisas indispensáveis para quem gosta de cozinhar.

Paula disse...

Querida Bárbara,

A minha única experiência com massa folhada foram uns croissants meio-folhados que me deram uma enorme trabalheira!

Fi-los segundo a receita do Chef Simon (http://chefsimon.com/croiss.htm).

Ainda não havia blog, e lembro-me que o que me pareceu mais importante foi não deixar subir a temperatura da massa entre voltas, o que me obrigou a colocá-la no frigorífico por umas três vezes. Será que foi isso que lhe aconteceu? Se a temperatura da massa subir durante a preparação não abre as folhas.

Confesso que sempre que preciso massa folhada a compro pronta, mas se voltar a tentar a experiência farei a reportagem...

Vandinha disse...

Muito, muito, MUITO OBRIGADA!
Fiquei muito feliz pela atenção! Vou fazer este bolo com certeza!

Vandinha disse...

Olá Paula!
Muito obrigada pela deliciosa receita do bolo comboio!
Fiz ontem, com uma decoração menos elaborada para o aniversário do meu pai e só recebi elogios.
O creme e a cobertura ficaram muito bons e o bolo... DELICIOSO!
Estava com um pouco de receio quando vi que não levava nem fermento, nem liquidos (leite, óleo, p. ex)mas ficou delicioso, ultra fofinho e cresceu bastante!
Mais uma vez muito obrigada, já sou fã deste Blog e das suas receitas!

Paula disse...

Vandinha, fico muito feliz por tudo ter corrido bem, e por lhe ter sido útil de alguma forma :)
Beijinho