junho 05, 2007

Clafoutis de Cereja


De facto a melhor maneira de comer cerejas é ao natural...

Foi o que mais fiz nos últimos dias, mas são tantas que não tive pena do 1/2 quilo que usei nesta receita. As outras não sei, mas as nossas duas cerejeiras foram pródigas em frutos.

Agora já estão excessivamente maduras, e os melros podem banquetear-se à vontade, Avental.


No clafoutis gostei muito da combinação do doce com o sabor levemente ácido das cerejas.

A receita base pode ser preparada como aparelho para outras frutas, tais como alperces, maçãs, framboesas... Consoante a fruta escolhida pode ser aromatizada com canela, baunilha ou cardamomo.

Batem-se 4 ovos com 125g de açucar, uma pitada de sal e uma colher de chá de açucar baunilhado ou algumas gotas de essência de baunilha. Juntam-se 80g de farinha e 60g de manteiga derretida, fria.

Mistura-se tudo muito bem e verte-se por cima de 1/2 kilo de cerejas, dispostas num tabuleiro untado com manteiga e polvilhado com farinha. Elas sobem imediatamente à superfície!

Podem descaroça-las previamente; eu não o fiz, porque acho que as cerejas perdem a graça e largam muito sumo.

Comêmo-lo ainda morno, à sobremesa, e gostámos muito.

4 comentários:

Elvira disse...

Sou perdida por clafoutis de cerejas! :-)

Cláudia A. disse...

Nunca comi mas fiquei com água na boca, ficou lindíssimo.

fatima disse...

Ai, que parece tão bom!
Já vi vários pelos Blogs e já tive vontade de experimentar!
Deve ser delicioso!

turbolenta disse...

Vou experimentar mas com pêssegos ou alperces que é o que tenho com fartura aqui no quintal.
Muitas vezes temos de arranjar maneira de gastar o que temos, estragando mínimo possível.
Ontem fiz doce de pêssego.
Também era uma ideia para o aproveitamento das sua cerejas.