março 21, 2012

Ensaios para a Páscoa...

 Esta trança deliciosa e ENORME (na foto só aparece metade; a outra parte dei-a à minha mãezinha, para o pequeno almoço do dia seguinte, já que foi feita à noite, e só me lembrei da foto depois de a ter cortado...) surgiu de um súbito desejo de amassar, tender e enrolar!...

Ficou tão tenra e deliciosa que estou a pensar oferecer algumas como folar, na Páscoa que se aproxima.


Para fazer a massa usei:

330ml de água
2 colheres de sopa bem cheias de leite em pó
2 colheres de café de sal
450g de farinha
2 colheres de sopa de açucar
1 pacote de fermento de padeiro seco
20 g de manteiga mole
2 gemas de ovo

Na tigela da batedeira desfiz o fermento na água morna, juntei o açucar, a manteiga e as gemas, a farinha e o sal, e o leite em pó. Bati com as varas de amassar, até a massa formar uma bola e começar a descolar das paredes da tigela. Tirei-a para bancada da cozinha e amassei um pouco mais, à mão. Voltei a colocar na tigela da batedeira e deixei levedar, até duplicar de volume. Nessa altura voltei a sová-la, antes de moldar a trança.

Para moldar a trança (ficou enorme, sugiro que façam duas, mais pequenas ;) :

- Estender a massa em rectângulo, com o auxílio de farinha e do rolo da massa;
- Cortar em três partes (obtêm-se 3 novos rectângulos)
- Barrar cada rectângulo com manteiga, polvilhar com açucar amarelo e canela.
- Enrolar cada rectângulo, no sentido da largura, de modo a obter uma espécie de tira;
- Entrançar as 3 tiras normalmente, formando a trança;
- Pincelar com gema de ovo batida com um pouco de leite, e polvilhar com mais açucar amarelo.
- Deixar levedar de novo;
- Levar ao forno, pré-aquecido a 180ºC, durante 25 a 30 minutos. Verificar a cozedura com um palito.

  Depois de cozida, deixar arrefecer sobre uma grelha, antes de guardar ou devorar imediatamente!

  Nota: Tudo isto leva quase mais tempo a escrever que a executar, não se intimidem com tanto   palavreado, é   muito simples de fazer. 



8 comentários:

O Cantinho da Sophia disse...

Adorei o seu blog.
Esta trança está mesmo bonita e com um aspecto bem saboroso.

Beijinhos

tila disse...

deu-me vontade de experimentar, ficou linda.
Bjkas

Paula disse...

Muito obrigada, Sofia! Um beijinho para si.

Tila, experimente, e depois passe por cá para me contar como ficou! Beijinho.

Os Babinhos disse...

A experimentar.

Bjs

As Papinhas dos Babinhos

LPontes disse...

Tem razão: com uma pitadinha de canela e outra de erva-doce, dá folar!

Paula disse...

Erva-doce, claro! Não me posso esquecer :)

docestemperos.blogspot.com disse...

Também quero fazer uns folares este ano, este esta muito bonito.

Cardapio Alternativo disse...

Essa me fez lembrar minha querida vózinha... Que delícia comer essa trança, recheadíssima de côco, que saía do forno cheirosíssima! Saudades!!!