julho 01, 2010

Pá de porco no forno

A minha filha J. tirou uma foto ao que restou do assado após o jantar, porque antes só pensámos em comer, não em fotografar, mas esta carne merece aqui referência, por ser uma das mais tenras e saborosas que sai do forno.

A pá de porco é uma peça económica que se encontra muitas vezes em promoção nos talhos e hipermercados, vendida com osso, o que só abona a favor do resultado final, já que a carne com osso é sempre mais saborosa.

A parte que comprei incluía a "pá" propriamente dita, isto é, a omoplata do porquito. Pedi ao talhante para  descolar o osso a toda a volta, afim de poder temperar a carne por dentro e reconstituir a peça depois (tenho pena de não ter fotografado a peça aberta quando a temperei, para perceberem melhor como fiz).

O tempero, muito simples, consistiu numa pasta feita com alho esmagado, pimentão doce, pimenta, sal (marinho, sempre!), louro, azeite e uma pitada de cominhos em pó, porque me apeteceu...

Barrei a carne toda por dentro e por fora com a mistura e deixei assim no frigorífico até ao dia seguinte, quando foi assada para o jantar.

Antes de ir para o forno, pré-aquecido em temperatura média, reguei com um copo de vinho branco. Durante o tempo que por lá esteve (cerca de duas horas) fui regando com o molho que se ia formando na assadeira, e perto do final liguei o grill para tostar bem por cima.

Comêmo-la com um arrozinho de ervilhas, que também estava muito bom.

6 comentários:

Cristina disse...

Paula, são demais as vezes lá em casa que só depois de comer é que me lembro que podia ter tirado a foto, até porque comida posta à mesa é logo atacada pelo matulão e pela matulona pequenina ;) A tua pá ficou suculenta e com um molho que deve ter ficado muito saboroso, ou não levasse cominhos!

Paula disse...

Olá Cristina!

Ficou de facto muito tenra e suculenta esta carne.
É sempre um prazer receber-te no Rap'ó Tacho :) bjs

Catarina disse...

cá em casa não posso usar cominhos nem caril, porque o meu menino não gosta... eu de cominhos tb não sou grande fã, tem mesmo de ser só um pequeno toque. mas acredito que ficou bastante boa, a tua carne!

Paula disse...

Catarina,
que bom ter passado por cá, assim fiquei a conhecer o "vai uma fatia" e gostei muito!
Não deixe de fazer esta carne por causa dos cominhos, basta omiti-los ou substituir por outro tempero de que goste mais :) Um beijo

Carol Pimentel disse...

Tenho paxixão por carne de porco. Só de ver sua foto já fiquei com água na boca. Adorei essa opção de temperos que você colocou.
A carne está molhadinha, suculenta, .. Hummm..
Bjs e bom final de semana

Catarina disse...

Olá Paula! Obrigado pela passagem no Restaurante!! ;)

Que coincidência ter duas filhas nas andanças médicas!! Às tantas até nos conhecemos!!

Adorei a carninha! É mesmo à mãe! =D

beijinho, bom fim-de-semana